mainieri's

terça-feira, maio 23, 2006

Dia das Mães
(homenagem aos 5 anos de morte de minha mãe)


Quase cinco anos se passaram
da tua partida.

Era maio.

Mitigando dores
o bálsamo da morfina
agia
sempre e sempre.

É
a casa carece tua presença
a mente não mente
a ausência.

Quase cinco anos
em outros planos
quanto isto significa?

Maio está aí
de novo
estou mais velho por dentro...

Ricardo Mainieri

1 Comentários:

  • Forte este teu poema, Ricardo. E terno ao mesmo tempo... gostei muito mesmo! Um grande beijo pra ti, Aninha
    Ps: gracias por me visitar no Girapemba. Apareça sempre que puder! Bjs.

    Por Anonymous Ana Ramiro, Às 11:01 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial