mainieri's

segunda-feira, maio 22, 2006

Amor maduro

















Contemplo o tempo
e tua ausência
tão presente...

Ricardo Mainieri

3 Comentários:

  • Contemplo este espaço e perco-me no tempo, na ausência e o que sinto é um vazio de insatisfação... tudo tão presente como me houvesse tomado do infinito. Este é o meu grito. Parabéns pelo escrito lindo. Abraços.
    Caracteres

    Por Blogger pensamento, Às 3:56 PM  

  • Conseguir contemplar o tempo e muito silenciar-se! Olha no que deu, poesia!! Beijões!

    Por Anonymous Alessandra Espínola, Às 1:09 PM  

  • eu adoro essa, uma escultura que marca o tempo em gerações, mesmo na ausência... beijinhos!

    Por Anonymous Alessandra Espínola, Às 12:18 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial