mainieri's

quarta-feira, abril 13, 2011

Espera






Mudo
o telefone
me observa
na sala escura.

Sem cura
o coração coleciona
perfumes distantes.

A mão treme
o corpo sintoniza
pele
beijos
auroras.

Uma lágrima
desponta nos olhos.

Madura.


Ricardo Mainieri

_______________________________



poema do livro "A travessia dos espelhos"

2 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial