mainieri's

quarta-feira, março 16, 2011

Invasão






breve & precário
um sol anêmico
perpassa a janela

alimenta a manhã

no outro cômodo
minha alma convalesce


Ricardo Mainieri

4 Comentários:

  • Ricardo,

    o corte preciso dos seus poemas sempre me impressionou, desde o primeiro contato com eles. Essa alma que convalesce muito dela tenho por vezes, pois com a manhã nascem todas as velocidades que danificam os restos da noite autêntica e suave.

    Abraços!

    Por Blogger Wilson Torres Nanini, Às 5:06 PM  

  • Fiquei impressionado com sua capacidade de síntese poética mantendo nos textos um lirismo enorme. Este poema é um claro exemplo. Aproveito para agradecer suas palavras em em meu blog e, com certeza, passarei a acompanhá-lo pelo prazer de ler e aprender.

    Por Blogger Celso Mendes, Às 9:59 AM  

  • Impossível não identificar-se com os resquícios de sol/alma - numa meia-manhã que se vai tecendo conforme a luz deseja.

    Beijos

    Por Blogger Tere Tavares, Às 9:07 AM  

  • no outro cômodo
    minha alma convalesce


    Mainieri, lá vem você com sua costumeira competência... isso bateu em mim com força... em mim, que ainda estou fraturada depois de uma queda...
    Beijão.
    Dôra Limeira

    Por Anonymous Anônimo, Às 12:36 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial