mainieri's

quarta-feira, abril 20, 2005

Chorando (Porto) Alegre



O Bar Alasca finou-se
na esquina da Osvaldo Aranha
fiquei órfão
de álcool & utopias.

Tratorias saíram
à trote
restaram saudades
bem digeridas.

O Teatro Um virou sauna
os cinemas, templos & bingos
sobrou pouco
quase nada...

A cidade-espelho
reflete-se
em minha desesperança.

Ricardo Mainieri

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial