mainieri's

quinta-feira, novembro 06, 2014

Da espera

                                                                                     



silencie o poema
aguarde
sua maturação

palavras
não devem ser derramadas
em vão

pressinta
melhor momento

dê um pause
na imaginação

o poema
quando pronto
se revela

como um filme
uma linda mulher
em exposição

deixe-o descansar
quem sabe ele surja
leve & límpido

lá em outra encarnação.


 Ricardo Mainieri

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial