mainieri's

quarta-feira, setembro 10, 2014

Dois poemas - o bar como tema










Instinto


Vejo todos os pubs do mundo
Um barman competente
Na íris, um flash a cada segundo
Moréias, piranhas, serpentes

Canalhas a granel
Uma noiva
Hordas de cafajestes

No Olimpo do lugar pressinto blues
Uma deusa morena à meia-luz
O melhor antídoto contra a peste 


 João Luis Calliari  


e a minha réplica

Juventude nos olhos

noites
de brilho & neon

álcool farto
vapor de cigarros

música hipnótica
que desperta memórias
atiça o enlace dos corpos

no bar observo

em mãos o cálice
oscilante
o olhar predador

alguma esperança

quem sabe o amor.

Ricardo Mainieri

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial