mainieri's

quinta-feira, novembro 19, 2009

Criança interior






Lágrimas discretas
desce
r
a
m
dos olhos.

Emoção líquida
expôs em relevo
um naco de infância.

Trouxe-me tardes
ternos mascotes
esta ingênua idade.

O homem que me habita
serena mente
observa.

Ricardo Mainieri

4 Comentários:

  • Com grande beleza nos transmite o ser_em_queda, sal inclinado para uma "emoção líquida", nela o poema brilhantemente se lique_faz.

    luís filipe pereira

    Por Blogger luís filipe pereira, Às 2:04 PM  

  • Bela expressão da coragem masculina ao se demonstrar capaz de chorar.
    Jade Dantas

    Por Blogger Jade, Às 2:01 PM  

  • A emoção líquida, liquida os excessos ameniza a tensão, expõe um pouquinho da alma. Feliz de quem tem esses poros...

    Belo!

    Meu abraço
    Eliane

    Por Blogger PalavrasCruzadasMotsCroissés, Às 8:40 PM  

  • Mainieri, este poema tem uma força tamanha, que eu me agacho com medo que ele roce minhas entranhas.
    Beijo.
    Dôra Limeira

    Por Anonymous Anônimo, Às 3:31 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial