mainieri's

terça-feira, agosto 14, 2007

Ilusão



Quase noite, ele caminha sem rumo pela cidade.


O mesmo panorama de lixo acumulado, o pregão dos ambulantes, toda a monotonia de um fim de tarde.

Sem esperanças, olha as vitrines. Quem sabe uma mulher-manequim lhe surge e aplaca a solidão intensa.

Absorto em seus pensamentos, quase que não ouve a voz feminina lhe chamando. Vira-se imediatamente.

- Mano, consegue um cigarro.

Uma prostituta obesa lhe aborda. Ele pensa em Ana Paula Arósio...


Ricardo Mainieri

3 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial