mainieri's

segunda-feira, fevereiro 28, 2005

Paz


Paz
(a)mém
aos homens de coração
coroados de candura.

Paz
zen
na contínua impermanência
de tempos & espaços.

Paz
sem
meias-palavras.

Ricardo Mainieri

1 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial