mainieri's

quarta-feira, setembro 04, 2013

(Des)ventura

Inocente, montava em uma vassoura e pensava estar na doma de um potente alazão.

Era tudo muito divertido até que o cabo da vassoura escapou e feriu a região do baixo-ventre.

Gritos e sangue alertaram a mãe que, perplexa, não sabia se o enchia de porrada ou o levava para um hospital.

Ansiosa, ela saiu correndo atrás de um táxi, não sem antes enrolá-lo em um lençol.

O motorista foi solícito. Impressionado com o volume de sangue e a cara de dor, saiu buzinando e pedindo passagem por entre os carros.

Enfim o HPS e, de pronto, foi encaminhado para cirurgia.

Lembrou-se de ter visto toda a operação e da dor que sentiu.

Nunca mais brincou de cavalinho.


Ricardo Mainieri

--------------------------------------------------------------

crônica publicada no Diário Gaúcho - 07/09/2013

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial