mainieri's

terça-feira, novembro 01, 2011

Madrugada






Na mão da noite
a foice da lua
corta a seda dos sonhos
foi-se estrelas e lágrimas

O verbo-verso fere-se
quase na lâmina do dia

O sol
queima palavras
cuspindo manhãs de sangue


Renato Gusmão

________________________________


Renato Gusmão é um poeta paraense.
No blog vc. encontra outros versos dele Confira aqui

2 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial