mainieri's

quinta-feira, dezembro 23, 2010

Emoção eviscerada






Por tanto tempo
(interditada)
trago agora
a emoção eviscerada.

Que se abre em
versos
vozes
afetos
imagens.

Perdi a chave
que blindava
todo o inconsciente
& seus produtos doce-amargos.

Estou exposto
à visitação pública & privada.

Não tenho medo do escuro
ama(r)dureci.


Ricardo Mainieri

2 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial