mainieri's

quarta-feira, janeiro 07, 2009

Gaza






Cansei de percorrer
com olhos secos
manchetes explosivas.

Bombas
mísseis
em mãos poderosas.

Impossível negar
inocentes & pacíficos
sendo devastados
apenas por não serem
o povo escolhido.

Heróicos prosseguem
na resistência.

Contra a infantaria
a Intifada
contra a beligerância high-tech
os artefatos obsoletos.

E o mundo assiste
ao massacre
com diplomacia & protestos de Paz...


Ricardo Mainieri

8 Comentários:

  • é verdade, Grande Mainieri,

    a questão é de "promessas e escolhas"

    quem prometeu?

    quem escolheu?

    tudo começou assim...

    Gaza é um belo e verdadeiro poema.

    AL-Braços
    AL-Chaer

    Por Blogger AL-Chaer, Às 1:38 AM  

  • Muito bom tb! Engraçado... também fiz um poema com o mesmo nome no mesmo dia 7, para a Quarta cidadã do Luna e Amigos...
    Acho que mandei pra ti.
    Quanto ao "povo escolhido", com certeza, não tem cor, etnia, religião... Deus não faz acepção de pessoas, portanto, amaa todos e mandou Jesus para todos. Pena que não queiram entender isso.
    bjão
    lis

    Por Blogger lisieux, Às 1:14 PM  

  • olá ricardo
    se vc me permitir gostaria de publicar em meu blog
    blogosfera solidária e quando puder publica na poeticadigital
    um abraço
    fátima queiroz

    Por Blogger rua do mundo, Às 4:28 AM  

  • muito bom, ricardo. pena que a inspiração não venha da fertilidade de sua mente, mas das coisas que nós, tão, humanos fazemos...

    Por Blogger nina rizzi, Às 2:40 PM  

  • Mainieri. Qualquer guerra aterroriza. Os massacrados terão, ao menos, o reino dos céus?
    Muito bonito, o teu poema. Pena que a estupidez de alguns nos obrigue a falar de sangue e nos impeça de falar de rosas. Beijo.
    Dôra Limeira.

    Por Anonymous Anônimo, Às 9:36 PM  

  • Oi, cheguei aui através do blogue da Fátima Queiroz. Gostei do vi. Aliás, tanto no Poema/Processo quanto, sobretudo, no Balaio tenho - através de outras vozes - me referido a Gaza e ao atual conflito. Um abraço.

    Por Blogger Moacy Cirne, Às 8:12 PM  

  • Gostei.



    Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

    Por Blogger Miguel Barroso, Às 4:38 PM  

  • sou palesti
    nina
    desde que nasci.
    e há pedaços em mim
    por todos os lados
    há cacos de mim
    chovendo em is(la)
    rael
    : gritavam eles
    (era um nome. uma criança)
    eu era um mapa
    re-cortado
    pelo capital
    ismo. ismo. doente.
    queremo-nos juntar?
    só os puzzles,
    os filhos,
    a chuva de mim...

    Por Blogger nina rizzi, Às 12:53 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial